Assinatura RSS

MANIFESTO – Resistir para Transformar: a Rede de Cuidado que Queremos

Publicado em

Image

MANIFESTO

Nós, Militantes da Luta Antimanicomial, que fazemos do SUS Campinas nosso cotidiano de práticas, reflexões e lutas, viemos reafirmar nosso compromisso nesta incansável luta pela defesa da vida.

O RESISTE CAMPINAS II traz como mote a Resistir para Transformar por entender que, lutar por “uma sociedade sem manicômios”, é muito mais que a desconstrução dos muros das instituições totais e só é possível sem o sucateamento de uma rede substitutiva de serviços já consolidada neste município e que necessita de ampliação. A Rede de Cuidados que Queremos é fluida e complexa pela sua capacidade em permitir criatividade, superação e investimento em ações de cuidado que atende as reais necessidades de saúde dos sujeitos, da população.

São essenciais políticas públicas estruturantes e um modelo de saúde claro que fortaleça ações intersetoriais, gestão democrática pautada em relações respeitosas, dialéticas com respeito às diferenças entre os sujeitos, coletivos e instituições. O direito ao tratamento em liberdade e respeito aos direitos humanos são norteadores. Esses, possibilitam ampliação de um existir com dignidade que, contemporaneamente, é restringido através de ações violentas de controle transvestidas pela intenção de tratar, como é o caso das Comunidades Terapêuticas.

Hoje, frente a tantas adversidades e ausência de investimentos concretos, financeiros, e de planejamento em ações estratégicas e coordenadas, várias crises foram apontadas pelo controle social, movimentos sociais e pela mídia em Campinas. Por exemplo, há demissões de trabalhadores sem reposição suficiente, direitos trabalhistas não garantidos, epidemias mal controladas, desqualificação pessoal e do controle social, desestruturação de serviços e não só da saúde! Percebemos um desgaste progressivo dos trabalhadores e informações desencontradas não faltam, reforçando assim, contradições, descuidados e sofrimento manifestos, sobretudo pelos familiares e usuários da Rede de Saúde de Campinas, hoje, aqui também representados legitimamente.

Dessa forma, viemos ocupar este cenário de luta e disputas “Sem amarras, loucos por liberdade”. Motivados por uma ~lança quixotesca~, encontramos vitalidade e força para reivindicar o fortalecimento do SUS Campinas! E nos dispomos a criar coreografias de cuidado, com força, delicadeza e alteridade frente a tanta violência! E cobramos ativamente por respeito e seriedade na gestão publica, democracia e ampliação das políticas públicas de saúde.

Anúncios

Sobre antimanicomialsp

A Frente Estadual Antimanicomial de São Paulo surgiu do processo de organização da IV Conferencia de Saúde Mental - Intersetorial etapa São Paulo. Onde diversas organização, movimentos, entidades e militantes se uniram e realizaram a Plenária Estadual de Saúde Mental (diante da não convocação por parte do Governo do Estado de São Paulo). A idéia da Frente surgiu dessa experiência de organização da IV Conferência e também diante da conjuntura de rearticulação do setor manicomial e de ataque as conquistas do Sistema Único de Saúde, que exige atividades unificadas entre os mais diversos movimentos e organizações antimanicomiais. Visando aglutinar forças para defender a Reforma Psiquiátrica Antimanicomial e o SUS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: