Assinatura RSS

Lutas contra a Privatização do CAISM Agua Funda

Os Indignados da Saúde Mental avançam na luta em defesa do CAISM Água Funda

             O Movimento em defesa do CAISM Água Funda que se constituiu a partir da noticia de privatização e fechamento deste serviço de excelência em saúde mental, junto com o SindSaúde e diversas entidades como a Frente Estadual Antimanicomial e o Fórum Popular de Saúde do Estado de São Paulo, conseguiu na noite desta quinta feira passos importantes na defesa do SUS, na defesa da reforma psiquiátrica e na defesa do próprio CAISM da Água Funda.

             Em uma manifestação no Seminário “Os desafios contemporâneos do SUS e atuação do Ministério Público” no Centro de Convenções Rebouças, com a presença de Secretário de Saúde Giovanni Cerri, cerca de 40 pessoas interromperam o evento com a seguinte frase “Pedimos desculpas de interromper o evento desta forma, mas isto é um sintoma de que não estamos sendo ouvidos e viemos aqui pela não privatização e fechamento do CAISM Água Funda” O Secretário de Saúde, descia do palco neste momento e recebeu o documento do movimento e brevemente falou que o movimento devia ter consultado ele antes e que não vai haver nenhuma privatização ou fechamento.

             Neste momento os 40 manifestantes já estavam na frente do palco com diversas faixas em defesa da saúde mental, contra a desassitência na saúde e até mesmo uma escrita ‘Fora Laranjeira. Ronaldo Laranjeira que em entrevista a revista Veja anunciou esta privatização do CAISM Água Funda também estava no evento, mas não se pronunciou. Constrangido com o movimento e já saindo o Secretário abriu um sorriso com a manifestação e foi advertido por uma trabalhadora “Não de risada Sr. secretário, pois a situação é muito séria”

             Depois do comprometimento do Chefe de Gabinete do Secretário de Saúde, Sr. Reynaldo Mapelli e do próprio Ministério Público na pessoa do Dr. Jorge Luiz Ussier, Coordenador Geral do Centro de Apóio Operacional Civil e de Tutela Coletiva, em receber uma comissão do Movimento em Defesa do CAISM Água Funda, os manifestantes voltaram para seus lugares aplaudidos por boa parte dos participantes do evento.

             Nossa luta em defesa da saúde mental continua e esperamos a garantia formal que o CAISM Água Funda, com seus programas de excelência como o Hospital Dia, o Núcleo de Moradias Protegidas, o Núcleo de Atenção Continuada  e os serviços de atendimento de pacientes em crise, Núcleo de Agudos, Núcleo de Reagudizados e o Núcleo de Comorbidades, que é único no estado no atendimento de dependentes químicos com graves sofrimentos psíquicos associados, não será privatizado e fechado.

Assine a Petição contra a Privatização do CAISM Agua Funda (clique aqui)
Próxima AGENDA. ANOTEM: 22/11 reunião no auditório do CREMESP às 17hs. Rua da Consolação, 763-Centro SP. Todos podem participar.

Anúncios

Sobre antimanicomialsp

A Frente Estadual Antimanicomial de São Paulo surgiu do processo de organização da IV Conferencia de Saúde Mental - Intersetorial etapa São Paulo. Onde diversas organização, movimentos, entidades e militantes se uniram e realizaram a Plenária Estadual de Saúde Mental (diante da não convocação por parte do Governo do Estado de São Paulo). A idéia da Frente surgiu dessa experiência de organização da IV Conferência e também diante da conjuntura de rearticulação do setor manicomial e de ataque as conquistas do Sistema Único de Saúde, que exige atividades unificadas entre os mais diversos movimentos e organizações antimanicomiais. Visando aglutinar forças para defender a Reforma Psiquiátrica Antimanicomial e o SUS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: